Seguidores

TRADUTOR

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

PROMESSAS DO ADEUS





Pranto incontido,
diante do imprevisto,
a dor dilacera,
o coração sangra.

O último adeus reúne a família,  
o chicote do remorso a trabalhar começa,
quanta coisa ficou pra ser dita,
oportunidades de estar junto perdidas.

Então promessas são feitas,
com as lágrimas da dor assinadas,
ninguém mais vai guardar sentimentos,
nada mais os manterão afastados.

O tempo passa,
a ferida cicatriza,
as promessas vagas lembranças,
que a consciência com desculpas cala.


Luconi
21-02-17

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

CAMINHO DE ORIGEM


Um dia nos achamos,
no outro nos perdermos,
entre nos achar e nos perder,
um novo caminho encontramos.


Indecisos, devagarinho caminhamos,
aos poucos os pés firmamos,
finalmente achando,
que nos encontramos.


O novo caminho percorrendo vamos,
mais adiante então percebemos,
que é apenas um atalho,
para o caminho de origem retornarmos.


De certas experiências precisávamos,
para novas lições aprendermos,
lições aprendidas prontos estávamos,
para continuarmos a nossa jornada.



Luconi
16-02-17

domingo, 12 de fevereiro de 2017

VOCÊ NUVEM DE ILUSÃO







Você é nuvem de ilusão,
que vem acaricia meu coração,
quando bate a minha porta,
depois vai e eu a deixo entreaberta,
até que caio na realidade e a fecho.



Mas já não me magoo ,
tanto amo e sorrio,
é igual a criança,
no vendaval pede abrigo,
na calmaria se esquece do perigo.



Mas não é maldade,
nem tampouco falsidade,
do espírito imaturidade,
sabe que o abrigo sempre lá estará,
velho, cansado, mas com muito calor.




Luconi


19-07-16

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

A DAMA E A HUMILDADE



Despir-se de toda vaidade,
revestir-se da humildade,
seria uma utopia,
ou um sonho que alcançaria?



Pelo mundo saiu,
as mazelas humanas procurou,
uma comunidade escolheu,
as mangas arregaçou.


No início muito trabalhou,
tudo organizou,
das necessidades se informou,
logo as atendeu.


Alimento,vestimentas,remédios  distribuía,
conforme necessidade  que via,
prática e metódica,
a distância com eles mantinha.


Tudo organizado pouco tempo despendia,
satisfeita se sentia,
certamente no caminho do sonho estaria ,
logo o realizaria.


Chamada  pelo Pai,
a pátria espiritual retornou,
muito estranhou,
de seu feito ninguém falou.


Na sua angústia perguntou,
o mentor sorriu,
você doou bens materiais,
de doar a si mesma esqueceu.


Nunca o teu sorriso doou ,
nem tampouco teus ouvidos,
carinho não demonstrou,
os pequenos em teu colo  não  aconchegou.


A distância preferiu,
para ganhar tempo alegou,
na verdade como irmãos  não  os via,
mas sim como obrigação.


Logo a terra retornaria,
naquela comunidade,
onde o gelo do coração  derreteria,
e só então  começaria ,
a longa caminhada,
para a humildade alcançar.


30-01-17


Luconi