Seguidores

TRADUTOR

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

PEDAÇOS DE MIM




No caminho de minha jornada,
muitos pedaços a mim agreguei,
parte de mim passaram a ser,
com eles era leve a caminhada.

O tempo foi passando,
pedaços fui perdendo,
alguns a verdadeira pátria voltaram,
outros caminho paralelo tomaram.

Cada pedaço perdido,
uma ferida aberta,
pelo amor cicatrizada,
restando regar com as lembranças.

Lembranças de risadas,
de afagos , de lutas,
algumas discussões que logo passavam,
pois o amor sempre mais alto falou.

Juntos unidos crescemos,
crianças, jovens e adultos,
todos tinham o que ensinar,
todos tinham o que aprender.

Aos poucos o caminho foi esvaziando,
aos poucos cada um tomou o seu caminho,
aos poucos só lembranças restaram,
aos poucos aprendi a esperar.

O reencontro com abraço apertado,
onde brilham os olhos,
onde tanto a falar,
onde tanto a ouvir.

Meu ser se alimenta destes momentos,
Olho cada um e vejo o passado,
Então sorrio,
Valeu e sempre valerá a pena.

Para o meu caminho volto,
não estou sozinha,
os meus pedaços sempre estarão comigo,
neste mundo ou no outro,
pois nosso amor nos faz um só.

Luconi

18-01-19

5 comentários:

  1. Linda e emocionante,Luconi...Hoje comemoramos nossas bodas de ouro e por isso, acho mais sensível estou! LINDA! bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, querida amiga Luconi!
    Espetacular! O Amor nos une e Deus nos sela.
    Suas mensagens são tão profundas.
    Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem
    🙏🙏🙏

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Luconi, é verdade, somos pedaços ora dramáticos, ora felizes, tristes, carentes e por aí vamos...Mas na esperança de sempre melhorarmos nessa caminhada.
    Muito verdadeiro, belo poema dizendo um pouco como somos.
    Um bom fim de semana, querida amiga!

    ResponderExcluir
  4. Olá Luconi! Passando para agradecer a tua visita e amável comentário deixado no nosso Literatura & Companhia Ilimitada, assim como me deliciar com a leitura deste teu belo poema, com ênfase para a estrofe abaixo:

    Aos poucos o caminho foi esvaziando,
    aos poucos cada um tomou o seu caminho,
    aos poucos só lembranças restaram,
    aos poucos aprendi a esperar.

    Espero que voltes mais vezes, pois será sempre um prazer renovado.

    Abraços,

    Furtado

    ResponderExcluir
  5. Olá, querida Luconi!

    Espero que você esteja bem e feliz. Por aqui, tudo rolando!

    Não encontro você há muito na blogosfera, mas espero que esteja tecendo sua existência o melhor possível.

    Um poema mto bem pensado e escrito e que traduz a realidade, a realidade de todos nós. A vida tem encantos e desencantos, mas a gente sempre tem esperança em dias melhores. É próprio do Homem, como sabemos.

    Essas florzinhas do Design de seu blog estão "mesmo à mão de semear" -risos. Um encanto para a visão e olfato.

    Apareça por lá! Terei mto gosto em sua visita. Obrigada!

    Um beijinho de ♥ e um enorme abraço.

    ResponderExcluir

SEJAM BEM VINDOS SEU COMENTÁRIO É UM INCENTIVO E CARINHO

LUCONI