Seguidores

TRADUTOR

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

SILÊNCIO CALEI





Calei,
por que o eco de minhas palavras,
aos meus ouvidos retornam.


Calei,
por que não há palavras,
que pintem as telas de minha alma.


Calei,
por que se não entendem a si mesmos,
como irão me entender.


Calei,
perante o amor latente,
que em vão à tona tenta vir.


Calei,
por que os gritos dos inocentes,
jamais são ouvidos.


Calei,
por que o egoísmo no mundo,
fala bem mais alto.


Calei,
perante o gesto de carinho,
que nunca a mim chegou.



Calei,
para que não percebam,
que a fortaleza ruiu.  


Calei
para poder aprender,
ouvir a voz do mundo.


Calei,
para no silêncio,
tudo dizer.



Luconi
12-01-18




7 comentários:

  1. LINDO! E, por vezes, o silêncio fala muito mais!!! bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  2. Não diz o ditado: Quem cala consente. Então por vezes é necessário silenciar para ouvir a própria voz, e sobretudo aprender a voz da razão, da emoção, d avida. Linda Luconi. Bom dia

    ResponderExcluir
  3. Um dos mais lindos e profundos que já li, Luconi.

    ResponderExcluir
  4. Que linda essa sua inspiração! De uma verdade tão realista que chega a doer no silêncio do "calar-se". Sábio poema! Parabéns!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Ola, querida amiga Luconi!
    Calei-me ao ler seu poema e receber sua profunda mensagem...
    Seja muito feliz e abençoada!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  6. Olá Luconi, amei sua partilha reflexiva, profundo e de uma intensidade de sentimentos ímpar.
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
  7. Que dolorido, mas tão verdadeiro poema! Não tem como discordar de cada linha que fui lendo! Por isso que valorizo tanto o silêncio, nele está todo o sentido de justiça, toda a sabedoria que um dia viemos a ter.
    Bom demais!
    Um beijinho, querida amiga.

    ResponderExcluir

SEJAM BEM VINDOS SEU COMENTÁRIO É UM INCENTIVO E CARINHO

LUCONI