Seguidores

TRADUTOR

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

CARNAVAL SINÔNIMO DE VALE TUDO



Hoje não estou de paz, e tudo por causa do Carnaval. Aliás, do Carnaval não, ele não tem culpa, afinal não tem vida própria. Quem dá vida a ele são as pessoas, elas é que o fazem, elas é que o fizeram do jeito que é, e pelo jeito gostam muito do que ele representa.

Podem me chamar de antiquada, que eu assino em baixo, mas não digam que eu não gosto de alegria, de festa, porque eu gosto sim, eu amo gente, adoro ver as pessoas felizes, é contagiante. 

O que eu não gosto é de uma festa que é sinônimo de tudo vale, tudo pode. De uma festa que é feita para as pessoas colocarem para fora todos os seus desejos carnais, onde o apelo ao sexo é uma constante.

Porque as diferentes escolas não podem fazer os seus desfiles sem exporem os corpos de suas participantes, porque nos salões as pessoas festejam de uma forma
tão imoral, porque em todo canto que se olha só se vê abusos, por quê?

Eu não saberia responder, é uma tradição muitos me dirão, mas esta tradição nem sempre foi tão apelativa, nem sempre foi tão desrespeitosa, as pessoas não respeitam nem a si mesmas quanto mais as outras.

Aqui onde moro é uma cidade litorânea, infelizmente já esperamos um saldo bem negativo desta festa, o Pronto Socorro receberá inúmeros bêbados e drogados, a grande maioria menores de idade, muitas vítimas de acidentes de trânsito, os afogamentos triplicam nem imaginam, infelizmente a maioria não se salva, e mais uma vez a incidência maior é com os adolescentes que se excedem na bebida e nas drogas e resolvem entrar no mar.

Fora isso temos as famílias que vêm só para descansar, mas que desavisados são alvos de bandidos, roubos, assaltos a mão armada, que sempre terminam com vítimas.

É meus amigos os bastidores da festa são bastante sujos, mas a maioria dos acontecimentos não serão anunciados, só os mais graves que não der para abafar, e mesmo assim, só no Jornal local, pois é política da cidade não espantar o turismo.

Se numa cidade onde o turismo não é tão grande é assim, imagina nos grandes centros turísticos, ou então se ajuntarmos todas as cidades aqui da baixada santista e fizermos uma estatística verdadeira acredito que o saldo de débitos seria assustador.

Não mas ninguém se importa o que vale é se divertir, ainda tem aqueles que acham que desgraça só acontece com os outros, o governo não está preocupado com o povo, afinal o lucro para a cidade é grande, aliás, para o país, então mudar o carnaval para quê, se exatamente o tal do vale tudo, é que faz o dindin aumentar.

Bem é por isto que hoje eu não estou de paz, não me conformo que por alguns dias haverá tanto desrespeito com a permissão da sociedade, com a sua anuência.

Amanhã os turistas já começam a chegar, a meninada daqui já nem foi na aula hoje, vão ficar sem aula até o dia 22, eu vou ficar aqui quietinha em meu canto, já separei uns filmes e aproveito para visitar as casas virtuais de alguns amigos queridos.

Perdoem-me os amantes do carnaval, mas festa para mim é outra coisa.


Luconi
10-02-10

Amigos como veem este texto eu escrevi há dois anos atrás, infelizmente nada melhorou muito pelo contrário só tem piorado.

20 comentários:

  1. Minha amiga querida,

    Compactuo com teu texto.
    Dizer que tudo é alegria,
    sim, mas não desse jeito
    Alegria é inocência
    e jamais maledicências
    brincadeiras benfazejas,
    sem queixas de choros arrependidos
    quando os prazeres se atiram
    de forma perdida e abrupta,
    tudo por um momento,
    jogando fora a vida, a saude
    sem pensar em consequências...

    Cada vez pior sim,
    é como se do chão as cinzas
    do carnaval passado, subissem
    ao solo, morto apodrecidos
    as ondas tão negativas,
    os que pairam sobre elas
    adentram na mesma sintonia
    e a esfera se agita...
    Que pena...

    Mas haverá o dia, que tudo
    isto acabará
    o importante é aacreditar para não se perder
    a essência benfazeja de ver tudo melhora´r

    Belíssima mensagem

    Abraços e beijos

    Livinha

    ResponderExcluir
  2. é... esse é o maior atestado da infelicidade humana, embora pareça felicidade, alegria... o homem ja nao encontra motivos para viver, entao vai se auto destruindo inconscientemente... bjuu amiga

    ResponderExcluir
  3. O Carnaval, cresceu e tornou-se um adulto com qualidades e vícios.
    Será difícil escolher apenas a parte boa. No meio da alegria surge a tristeza pelo álcool consumido e as drogas.
    Um texto para repensar esta festa que cada ano se vai tornando mais cara e mais complexa. Os meios de comunicação deram-lhe uma alma que não tinha.
    Os homens poderão, contudo, fazer escolhas diferentes.
    Ninguém é obrigado a nada. Quem vai sabe ao que vai e com as consequências que terá de assumir.

    ResponderExcluir
  4. Tens razão..
    Parece que soltam tudo!!! E quanta coisa ruim acontece!!! Não gosto e nunca gostei dele. Fico na paz...Nem pela TV...

    Tua fala de 2 anos atrás está, infelizmente válida e atual..Até quando?

    beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. Também fiquei quietinho! - Abração, minha amiga

    ResponderExcluir
  6. Oi Srta, e é por isso que eu não suporto o carnaval! abraços

    ResponderExcluir
  7. OI VIM PASSAR PARA LHE APRESENTAR MEU MAIS NOVO BLOG, E PRESTIGIAR O SEU COM MINHA VISITA, TE DESEJO UM BOM FERIADO....GRANDE ABRAÇO..DO BRUNO

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde Luconi!

    Venho ao teu blog através da indicação da Ana Liere e aproveito para parabenizá-la por tua poesia do tempo.
    Muito boa sua crítica ao carnaval também.
    Saudações!!

    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  9. Querida Luconi, quando comecei a ler seu texto, não poderia imaginar que era de 2 anos passados, mas infelizmente nada mudou mesmo! Concordo contigo em cada palavra. Infelizmente o Carnaval perdeu seu sentido há muitos e muitos anos. O que era "brincadeira", "diversão", virou "bagunça e baixaria" em vários sentidos como você mencionou no texto. Na exta-feira, eu já fui a locadora me abasteci de filmes e ficamos curtindo o descanso aqui em casa, quietinhos, fiz minhas artes na maquininha de costura, e curti meu filhote e meu marido. Também adoro festa e alegria minha amiga, mas não esse tipo de festa que é o Carnaval nos dias de hoje.

    Obrigada pelo seu carinho lá no blog, sobre o "conto" também, foi uma forma de desabafar, estava precisando, mas no final até me arrependi de ter postado, talvez por me expor, e logo mudei a postagem, mas continua lá, quietinho...

    Beijos no coração.
    Fica em paz!
    Su.

    ResponderExcluir
  10. Oi querida
    Gostei e concordo com diversas opiniões que expressou em seu texto.
    Uma delas é de que: Não gostar de carnaval não significa NÃO gostar de alegria!
    Eu também não suporto o desrespeito a toda lei de convivência que acontece nessa época de festa.
    Infelizmente - não generalizando - o carnaval como fonte de alegria e entretenimento ficou lá atrás, a anos luz...hoje é retorno financeiro e muita falta de moral.
    Sem puritanismo, mas o apelo sexual é a tônica do carnaval atualmente.

    Mas há os resistente foliões da alegria...Esses vivem a verdadeira alegria - só q a vivem durante o ano inteiro ^^

    beijos querida

    ResponderExcluir
  11. Hoje eu estou envergonhada por morar aqui na capital paulistana e ver o horror que fizeram no carnaval da escolas de samba, pura falta de respeito, de limites. Colocaram para fora o vandalismo, a destruição. Não gosto do carnaval, virou sinônimo de excessos. Poderá ter o tempo que for, seu texto será sempre atual, infelizmente.

    Aproveito para convidá-la a ler o mais novo poema da Júlia. Demorou bastante, mas ela voltou a se inspirar! Passa lá. Beijo
    http://palavrasdajico.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Enquanto o ser humano estiver ignorante da sua realidade e verdade espiritual, dos seus reais objetivos de renascer na Terra, na responsabilidade de habitar um corpo terrestre, minha amiga Luconi, esse teu texto ainda será postado muitas vezes.
    Também eu, me entristeço com tudo o que ainda impera na mente e no corpo dos nossos irmãos distraídos.

    Grande abraço , querida!

    ResponderExcluir
  13. Aproveito o período para fazer meditação e ficar com a família. Procuro manter-me distante da festa abusiva.
    Gde abraço, em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderExcluir
  14. Muito boa sua crítica ao carnaval!
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Sabe Luconi,
    Vivendo no Brasil pessoalmente também nunca fui chegada aos festejos mominos,mas onde estou atualmente é bem diferente começando pelos trajes dos foliões(rss).Você tem razão quando enfatiza o aspecto da segurança na diversão.Abraços carinhosos,

    ResponderExcluir
  16. Querida amiga

    Lembro de uma frase
    que dizia ser o carnaval
    uma alegria inútil


    Que sempre existam
    sonhos a habitar teu coração.

    ResponderExcluir
  17. A diversão parece ter ficado para trás!

    Grato pela reflexão que nos trás!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  18. Pois é amiga, nada mudou,pois ninguem quer mudar nada.As vezes fico procurando entender o por quê do nudismo estampado nos carnavais,que vai de encontro às leis que lutam contra o turismo sexual.Mas como? Basta ver as imagens geradas e fotografadas para os jornais estrangeiros. Carnaval cada vez mais acelerado e pelado. A violencia é monstro em Salvador mas a tv só mostra o que interessa e assim muitos se iludem e vem para a folia e voltam quebrados e maltratados para casa.Mas o que se ouve, que aqui é o maior carnaval participação.Mentira. Carnaval cada vez mais privado para os rico que podem pagar pela egurança nos camarotes e blocos.Mas o povo, ah o povo.
    Belo grito minha amiga.
    Nada é velho.
    Um abração.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  19. O carnaval sim deveria ser uma festa boa, porém hoje ninguém respeita ninguém, pois o que realmente fazem é deixar livres os seus mais baixos instintos e detrimento ao seu semelhante. Lamentável que eu não possa levar minha família para passear sem ser incomodado por pessoas que somente estão ali para fazer o mal, bajular, incomodar... é muito desrespeito para com o próximo, por tais razões me distanciei destas festas... Muito bom o texto redigido, obrigado !

    ResponderExcluir
  20. O carnaval sim deveria ser uma festa boa, porém hoje ninguém respeita ninguém, pois o que realmente fazem é deixar livres os seus mais baixos instintos e detrimento ao seu semelhante. Lamentável que eu não possa levar minha família para passear sem ser incomodado por pessoas que somente estão ali para fazer o mal, bajular, incomodar... é muito desrespeito para com o próximo, por tais razões me distanciei destas festas... Parabéns pelo texto redigido.

    ResponderExcluir

SEJAM BEM VINDOS SEU COMENTÁRIO É UM INCENTIVO E CARINHO

LUCONI